48º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia


Ocorreu na cidade de João Pessoa, na Paraíba, de 31 de Outubro a 3 de Novembro, o 48º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia. Trata-se do maior evento científico desta especialidade médica, que contou com mais de 3000 participantes. Em 12 salas simultâneas, os mais diversos assuntos da Otorrinolaringologia foram abordados em Palestras, mesas redondas de discussão, cirurgias ao vivo e sessões interativas.

A Otoneurologia contou mais uma vez com uma sala exclusiva durante todo o evento. Por mais um ano, foi, desta vez juntamente com a Rinologia, a sala mais disputada do evento. Todas as novidades dos conceitos, dos diagnósticos e das terapias das doenças vestibulares foram discutidos com colegas de todo o país.

O Dr Márcio Salmito, coordenador do Departamento de Otoneurologia da ABORL-CCF, foi o responsável pela programação da Otoneurologia, além de ter participado como palestrante. As atividades começaram logo no dia 31 de Outubro, quando ocorreu o III Fórum de Otoneurologia, que abordou os exames diagnósticos desta área de conhecimento. Nesta reunião, que durou todo o dia, os principais nomes da Otoneurologia e Eletrofisiologia se reuniram para aprovar os textos consensuais sobre a utilidade dos exames nesta área. As atividades continuaram nos dias seguintes. Convidado pelo Dep de Defesa Profissional da ABORL, o Dr Márcio proferiu palestra "A Otoneurologia e a interface com outras profissões", em que mostrou a importância do trabalho multidisciplinar, porém atento às situações de conflito. De volta à programação da Otoneurologia, o Dr Márcio Salmito proferiu palestra magna "De que forma as doenças alteram os exames vestibulares" e, em conjunto com os Drs Zuma e Maia e Bernardo Ramos, esteve à frente do mini-curso "video-head impulse test". Ainda no Congresso, com sua colega Priscila Brandão, o Dr Márcio fez uma demonstração ao vivo das manobras diagnósticas e terapêuticas da doença mais comum do labirinto, a VPPB. No último dia, finalmente, esteve numa mesa de discussão multiprofissional, em conjunto com fonoaudiólogos e fisioterapeutas. Ao longo do Congresso, ainda houve tempo para reuniões com o Comitê de Planejamento Estratégico da ABORL, órgão que reune os presidentes da ABORL, atual, anteriores e futuros, a respeito do futuro da Otoneurologia, e com o Comitê de Eventos, já sobre o Congresso do próximo ano. Ainda sobrou tempo para o jantar dos palestrantes, em que foi possível matar um pouco da saudade dos colegas e amigos que se encontram nos congressos.

Dr Márcio Salmito em palestra do 48º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia

Sala de Otoneurologia lotada

III Fórum de Otoneurologia, sobre exames diagnósticos

Dr Márcio Salmito em palestra sobre as doenças do labirinto, conhecidas erroneamente como labirintites.

Dr Ricardo Schafflen Dorigueto (SP), Dr Márcio Salmito (SP) e Dr Evandro Manoel (SC)

Dr Gulherme Webster (SC), Dr Evandro Manoel (SC), Dra Patrícia Sens (PR) e Dr Márcio Salmito (SP)

Noite Alumni com otorrinos do HSPM - SP

Mesa multiprofissional, com médicos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas

Comissão responsável pela Grade Científica do Congresso Brasileiro de Otorrino.

Comissão responsável pela programação multiprofissional do Congresso.


12 visualizações

​SIGA-ME

  • doctoralia
  • Facebook Classic

Dr Márcio Salmito

Médico Otorrino

Otoneurologia

© 2015-2017 por MÁRCIO SALMITO criado com Wix.com